RSS

Arquivo da tag: cafeterias

Prensa Francesa

A ferramenta de fazer café que mais desperta curiosidade. Assim posso definir, com segurança, a prensa francesa.

Aqui neste blog, um post dos mais antigos dentre todos, sobre ela, é até hoje um dos mais acessados.

Nada melhor, então, que voltar a falar desse método de preparo!

Trata-se de uma jarrinha cilíndrica e um êmbolo metálico. A prensa parece uma adaptação feita com base em seringas médicas. O princípio guarda semelhança, e ao mesmo tempo, tem uma diferença essencial.

O êmbolo da prensa é vazado, e, em vez de comprimir o líquido para que saia por um orifício, como veremos ser o caso a Aeropress, ele o comprime para separar a bebida preparada por infusão dos grânulos de café.

O uso da prensa é simples, mas não tanto quanto parece! Segue um passo-a-passo:

  1. Usando café em moagem grossa, verter a quantidade desejada (de acordo com o gosto do apreciador – a definição da quantidade deve ser obtida por tentativa e erro).
  2. Verter sobre o café, água fervente (sim, fervente – com o tempo constatei que para produzir boa infusão, água semi-fervente não é adequada).

  3. Misturar com  uma colher. Observe a formação de creme – quanto mais espesso, melhor, mas se muito escuro, deverá estar havendo sobre-extração (a bebida ficará bastante forte, mas isso poderá agradar a alguns).

  4. Após cerca de 2 minutos, comprimir a bebida com o êmbolo, empurrando-o contra o fundo do recipiente, até chegar ao fundo. Deve-se fazer isso gentilmente, pois muita força e muita rapidez farão com que grânulos de café vazem pelas beiradas do filtro metálico. É preciso dar tempo de a água ir passando pelo filtro sem forçá-lo em excesso.

  5. Servir a bebida segurando a prensa pela alça e usando o a outra mão, ou o polegar da mesma mão (se a escala permitir) para manter o filtro encostado no fundo, comprimindo o café separado da infusão, me maneira a evitar que vaze para a bebida.

A primeira xícara conterá algum creme, pois o filtro metálico permite a passagem de parte do creme formado pela infusão à bebida. Lembrando sempre que café com creme, de verdade, somente o espresso.

Vantagens da prensa:

Praticidade, café com um pouco de creme, e a principal: intensidade do sabor. Podemos pensar como vantagem, também, na plasticidade do preparo com a prensa – é um instrumento bonito, engenhoso e que favorece o ritualismo do preparo do café.

Desvantagens da prensa:

Os bons modelos são caros. E a principal: dificuldade em obter café na moagem adequada. Há de se ter moedor, ou comprar café moído em cafeterias, ou pela internet, com moagem para prensa.

Entretanto, não é fácil moer café de maneira que fique totalmente adequado à prensa, pois a maior parte dos aparelhos não proporciona uma moagem suficientemente uniforme. Isso é, entre os grânulos grandes haverá grânulos bem menores, que poderão passar pelo filtro da prensa. A bebida poderá parecer conter pó em excesso – a bebida poderá se assemelhar a um café árabe.

A depender do gosto do apreciador, isso incomoda ou não.

Abaixo, dois modelos de prensa que considero muito bons.

Prensa Francesa Starbucks

Prensa Francesa Starbucks

Prensa Francesa Bialetti

Prensa Francesa Bialetti

 
6 Comentários

Publicado por em 26 de junho de 2015 em Ferramentas de preparo, Preparo

 

Tags: , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , ,

Atualizações do blog sobre cafeterias

theend

Prezados leitores:

Gostaria de atualizá-los a respeito de cafeterias que indiquei ou de que comentei aqui no blog.

  1. Café Treviolo: era uma bonita e agradável cafeteria, localizada na avenida Sumaré, em São Paulo. Espaçosa e cheia de opções de cafés e comidas, infelizmente, foi fechada há um bom tempo. O serviço lá não era dos melhores. Pode ser que por isso, faltassem clientes. Mas lamento. São Paulo precisa de mais cafeterias e perdeu uma.

2. Atelier do Café – primeira torrefadora que conheci. Possuía excelentes cafés, vendidos muito eficientemente pela internet.

No site, informam que encerraram suas atividades, que passarão a ser geridas sob a marca Daterra (mesma fazenda, mesmos proprietários, pelo que sei).

Entretanto, a página do Daterra, toda em inglês, não apresenta opções de compras. Em contato com o Comercial deles, me informaram que é possível comprar cafés apenas pelo televendas, por administradores provisórios.

Com esses cafés ainda podemos contar. Devem voltar a ser comercializá-los em breve e a Daterra pede desculpas pela falta de atualização do site dela, o que já está sendo sanada.

Excelente, pois possuem produtos de excelente qualidade. Inclusive, um café naturalmente com baixos teores de cafeína, opção que não se encontra em outros lugares com facilidade.

Esperemos que outras cafeterias comecem a operar, pois ainda há poucas opções boas em São Paulo, estado que deve boa parte de seu desenvolvimento, cultura de negócios e arquitetura à cultura do café.

 

Tags: , , , , , , , , , , , , , , ,

Café combustível?

Uma breve caminhada pela Avenida Paulista, uma das maiores concentrações de escritórios da América Latina, basta para constatar que o café é o combustível do trabalho!

Hordas de executivos atacam os balcões acanhados das cafeterias da região. Chegam sempre juntos, pedem várias xícaras de café ao mesmo tempo e se apoderam do local por 5 ou 10 minutos. Felizmente, estão sempre com pressa e logo liberam os locais para os simples mortais que querem apreciar um café com o mínimo de calma.

Para eles, o café serve de estimulante, já que precisam se manter alertas durante o trabalho, geralmente monótono. Não sei o que seria das empresas e dos órgãos públicos sem café!

Para esse pessoal o sabor da bebida é pouco importante. Quase todo amargor se corrige com açúcar, quando não com adoçante sintético!

Por outro lado, são mais raros os cafés de ambiente aprazível e café de boa qualidade bem tirado. É por isso que nesse blog procuro ajudar a dar visibilidade a cafeterias com essa proposta. Falei já de alguns  interessantes que descobri e frequento.

E a boa notícia é: não é preciso ser um desocupado para frequentá-los! Nos mesmos 5 ou 10 minutos se pode apreciar um café saboroso. É questão de gostar de fazer isso.

Recentemente, estive em Porto Alegre, onde tentei descobrir novidades relativas a café. Achei uma cafeteria (https://pt-br.facebook.com/pages/DOM-GIOANNI-CAFE/178338978885072?sk=info) que poderia ser modelo para São Paulo, a Dom Gioanni: agradável, com bom atendimento e café bem tirado. E o mais curioso: ali se usa um café que está longe de ser um dos meus favoritos, o Astro Café, e mesmo assim, achei-o excelente. Será que o cuidado para tirá-lo fez a diferença? Só pode, porque o produto é originário, vejam só, de São Paulo, segundo me contou o dono do negócio.

Fica o exemplo!

Para quem gosta de bom café a caça deve continuar! Café ruim, nem de graça!

Resultados de buscas por bons cafés são bem-vindos aqui! Basta me escrever.

Imagem

 
6 Comentários

Publicado por em 13 de maio de 2013 em Cafeterias, Hábito e cultura do café

 

Tags: ,

Por que entender sobre café?

No Brasil ainda é novidade a presença de cafés gourmet nas prateleiras de supermercados. É com estranhamento e um pouco de desconfiança que a maioria das pessoas olha para os cafés que custam acima de 10 reais o quarto (250 gramas). Para que pagar tudo isso, se uma almofada de café comum custa metade do preço?
O que relativamente pouca gente sabe é que a diferença de qualidade entre o café “tradicional” e o gourmet pode ir muito além do que indicam os preços.
Poucos sabem, também, que é possível moer grãos de café em casa, com um aparelho elétrico de 70 reais, o que proporciona uma bebida muito mais fresca e vibrante.
Entender um pouco de café pode ser a diferença entre tomar um líquido escuro e amargo, com muito açúcar para compensar, ou uma bebida saborosa, capaz de deixar uma sensação agradável na boca por uma ou duas horas.
É como deixar de ter um prazer, simplesmente, por não saber que ele existe!
Mas não é preciso ser um barista para ter esse prazer. Basta se interessar pelo assunto e ter comportamento exploratório, o que se traduz em experimentar cafés em diferentes cafeterias, perguntando sempre aos baristas a marca e a origem do produto com que ele trabalha.
Ainda: frequentar lugares que vendam diversas marcas de cafés gourmet e não se limitar ao conhecido e previsível.

 

Tags: , , , , , ,

Café único

Já falei sobre o Coffee Lab aqui neste blog. Mas quero lembrar aos que apreciam experiências intensas com café, que vale a pena conhecer essa cafeteria. E mesmo a quem já conhece, vale o esforço de desviar do caminho um pouco e parar por ali por um instante.
Localizada na Vila Madalena, fica exatamente em frente à lateral da excelente (ainda que cara) padaria Vila Grano. Sugiro parar o caro no estacionamento da padaria, comprar bons pãezinhos e atravessar a rua para um café especial
O Coffee Lab é da barista Isabela Raposeiras. Pouco conheço o trabalho dela, não obstante sua grande fama. Mas posso garantir que ela oferece bons sabores, tirados perfeitamente, de grãos de primeira.
Interessante, também, é que há sempre cafés diferentes no espresso, não raro, com mais de uma opção. Os atendentes, altamente preparados, indicam as características de cada um deles, restando apenas escolhermos o que preferirmos.
A bebida, definitivamente, é diferente da servida em qualquer outra cafeteria de São Paulo. Assemelha-se a um caldo espesso e saboroso.
Coffee Lab: Fradique Coutinho, 1340 – Vila Madalena

 
Deixe um comentário

Publicado por em 9 de fevereiro de 2012 em Cafés gourmet - marcas e opinião

 

Tags: , , ,

 
Brasilagro

Brasil Agribusiness News - Brasil Agronegócios

Hearts and Minds

O que não muda é que tudo muda.

Tom Fernandes

"‎Quando eu era menino, todos me chamavam de mentiroso. Agora eu sou adulto, e me chamam de escritor." Isaac Bashevis Singer

Kelly Cristina

A única fonte de felicidade está dentro de nós mesmos, e deve ser repartida. Repartir as alegrias é como espalhar perfume sobre os outros: sempre algumas gotas acabam caindo sobre nós mesmos. Sou apaixonada pela minha familia e pelo meu trabalho, sei que a cada dia eu tenho a oportunidade de aprender um pouco mais.

Seu Dinheiro na Internet

Ganhe Dinheiro na Internet sem vender sua alma.

O Mochileiro

Mochila, cultura e experiência.

IMPRESSIONARE (21)99584-4658 (21)3627-5431

Orçamentos: contato.impressionare@gmail.com

Paulo Junior's Blog

"As dificuldades devem ser usadas para crescer, não para desencorajar. O espírito humano cresce mais forte no conflito.” (William Ellery Channing)

CB - CARLOS BESSA ASSESSORIA E VENDAS

vendas; setor moveleiro; mobiliário; treinamento; gestão de vendas; representação

jsazevedoja

Este site WordPress.com é supimpa

Uma dose

Só para garantir.

Nádia Jung

Porque às vezes as palavras têm de dar lugar ao silêncio, porque às vezes só um gesto inconsciente pode provocar a captura do inexplicável, porque o olho sabe antes que a mente, porque a fotografia é necessária na minha vida ...

Café Etrusca

Café, café de especialidad, café gourmet, insumos para cafetería, maquinaria para cafeterías, mobiliario para cafeterías, barista champ

Desenvolvendo ABAP/4

Just another WordPress.com weblog

tmenegatti

Thiago Menegatti

Dedo-no-zoio

Por que o mundo é dos espertos!

%d blogueiros gostam disto: