RSS

Prensa francesa: um café diferente e pouco conhecido

26 maio


Continuando a falar sobre métodos de preparo de café, apresentamos a prensa francesa, ou french press, como muitos a conhecem. Trata-se de um pequeno jarro de vidro, com um êmbolo cujo tampão de pressão sobre o líquido não visa a espulsá-lo do recipiente. Inves disso, o tampão é um filtro que permite a passagem apenas do líquido, separando-o dos grânulos de café.

Sua utilização ainda é bastante restrita no Brasil. Eu mesmo, não gostava da bebida feita na prensa. Entretanto, descobri que não sabia utilizá-la bem. Hoje, quando quero um café diferente, mas sem perder em praticidade, uso-a.

Os passos são simples. Mas é preciso possuir a “matéria prima” adequada, ou o cáfé será um fiasco! Deve-se usar café com moagem grossa. De outra maneira, o filtro permite a passagem de pó para a bebida e o resultado é uma espécie de café turco mal feito!

Para o preparo com esse método, basta aquecer água até o início do ponto de ebulição (quando se vê as primeiras bolhinhas aparecerem).

Então, despejar o pó adequado no fundo do jarro. Em seguida, verter a água lentamente, de uma distância curta (ou esfriará).

Agora o passo mais desconhecido, porém, fundamental: mexer a mistura lentamente e esperar cerca de 4 minutos.

Só depois, comprimir o êmbolo, com cuidado, até o fim. A bebida estará pronta para ser servida, o que deve ser feito logo, evitando sua oxidação.

A bebida resultante terá um gosto bem diferente daquelas de todos os outros métodos. É mais encorpada e o sabor particular de cada café fica bastante perceptível. O ponto negativo fica por conta do aumento da quantidade de cafeína, em relação ao café de coador e do espresso. Se bem que, isso pode ser desejável para certas ocasiões!

Dicas: as prensas francesas se encontram para compra nos mais variados lugares, por preços que vão de R$ 10,00 a R$ 200,00, ou mais até. Vale o bom senso: as muito baratas, importadas da China, são de má qualidade. Quando o jarro não trinca no primeiro café, a peneira não faz bem seu trabalho. Comprar as mais caras, por outro lado, é totalmente desnecessário.

Uma boa idéia é comprar das que custam entre 30 e 70 reais. Há vários tamanhos, sendo as médias (300 a 500 ml) as mais versáteis para o dia-a-dia.

Preste atenção ao cabo, pois escorregar da mão na hora de servir não é nada agradável! Prefira os bem anatômicos ou emborrachados.

Que café usar:

Se quiser comprar café já moído na medida certa, conheço duas boas possibilidades, pela internet e outra ao vivo:

  • Café Suplicy (vide links no painel ao lado), que também oferece a vantagem da escolha da torra. Sugiro fortemente a torra clara.
  • Atelier do Café (vide links)
  • Starbucks: na loja, é possível adquirir o produto já com a moagem para prensa. Mas o blend regular deles não me agrada.
Anúncios
 

Tags: , , , , , , , ,

15 Respostas para “Prensa francesa: um café diferente e pouco conhecido

  1. Phill B. Ferreira

    8 de dezembro de 2015 at 19:38

    Oi! Através desse blog, eu conheci a loja virtual da Café Suplicy e pude comprar minha prensa francesa por um ótimo preço. Muito obrigado!

    Curtir

     
    • Aprecie Café!

      28 de dezembro de 2015 at 11:57

      Que bom, Phill! Indiquei meramente para comodidade dos meus leitores, pois não possuo ligação com a empresa. Sugiro conhecer a loja da Paulista. Ela tem aspectos interessantes!!!
      Bom ano novo!
      Abraços
      Paulo Quintana

      Curtir

       
  2. Vania

    10 de agosto de 2015 at 16:16

    Olá, gostei muito do seu blog! Dicas preciosas para um bom café nesta prensa.Tenho exatamente esta prensa francesa que aparece na foto. Estou bem chateada pois quebrou o vidro.Nela não vem a marca,, para eu procurar em fábrica..Você tem alguma dica onde posso adquirir aqui ou pedir no exterior?
    Abraço.
    Vania.

    Curtir

     
    • Aprecie Café!

      10 de agosto de 2015 at 18:10

      Olá, Vânia, boa tarde!
      Que bom que gostou do blog! Espero que seja sempre nossa leitora!
      Para comprar no exterior, a melhor, e talvez, única, opção, seja o e-BAY. Há também sites chineses, como Alibaba, mas não os recomendo. O sistema de reputação do e-BAY é bastante eficiente e jamais tive qualquer problema comprando nele.
      Além disso, os vendedores respeitam às legislações de origem e as nossas.
      O e-BAY é compartilhado por Estados Unidos e Reino Unido. Sugiro vendedores ingleses, pois eles contam com o Correio Real, e ele oferece opções mais baratas que as de fretes norte-americanos. O que pode acontecer, é demorar mais que o previsto a entrega, porque as aduanas brasileiras são daquele jeito que conhecemos bem. E os correios brasileiros já foram bem melhores. Abraços

      Curtir

       
  3. Luisa

    19 de agosto de 2012 at 13:14

    Olá, adorei seu blog suas postagens sao bem completas e informativas.
    Estou começando a apreciar café, e gostaria de uma indicação de uma boa marca com moagem média que fosse incorpado e nao com notas citricas ou frutais.
    Agradeço.

    Luisa Fornasari

    Curtir

     
    • Noite Arábica

      20 de agosto de 2012 at 23:51

      Olá, Luisa, obrigado!

      Pensando em uma sugestão específica, conheço o Café do Museu – Cerrado Mineiro. Você o encontrará no Museu do Café em Santos. Vale a pena também para conhecer o lugar. Há um post sobre ele neste blog. Veja o link:http://www.museudocafe.com.br/imgs/tiposweb.pdf
      Quanto a moagem, você pode pedir do jeito que preferir, pois é feita na hora.
      Há também o Brazilian Santos, do Café do Ponto. Lá também há um Cerrado Mineiro. Ambos são mais próximos ao que você descreveu. Da mesma maneira, a moagem, você escolhe.
      Ressalto que o Café do Museu é de qualidade superior, mas o Café do Ponto tem cafés gourmet razoáveis também.
      Quando experimentar, dê-me um retorno para eu saber se deu certo a dica!
      Abraços
      Paulo Quintana

      Curtir

       
  4. Giselle

    8 de abril de 2012 at 21:19

    Alguém me indica onde encontrar o pó adequado para o preparo do café nela?

    Curtir

     
    • Apreciar café

      9 de abril de 2012 at 0:12

      Café Raiz, rua Cardoso de Almeida, 969. É só pedir moagem para prensa francesa. Peça também a torra clara, muito mais adequada à prensa francesa.

      Curtir

       
  5. thiago santos

    14 de março de 2012 at 23:00

    ola ,gostaria de dicas para melhor aproveitamento da prensa francesa, onde eu moro so tenho a disposicao cafes do starbucks e do califfornia coffe, queria receitas para a prensa ,e tambem gostaria de saber se poderia fazer com leite ao inves de agua?, posso adocar tbm ? pois falaram q isso pede o gosto natural o qual a prensa realmente fornece

    Curtir

     
    • Apreciar café

      15 de março de 2012 at 19:58

      Olá, Thiago!
      Acredito que colocar leite na prensa não seja boa idéia. Isso pode danificar o filtro, pois não é feito para tal.
      Melhor acrescentar o leite na xícara mesmo. Caso tenha daqueles cremes concentrados, tanto melhor.
      Quando for comprar o café, peça moagem adequada à prensa francesa. Se for moer você mesmo, faça uma moagem mais grossa que a de espresso, para que não passem grânulos pelo filtro, o que deixa a bebida menos agradável.
      Abraços
      Paulo

      Curtir

       
  6. Danilo

    17 de julho de 2011 at 14:02

    Ola. Sera que vc saberia se encontro apenas o vidro do french press. Quebrei o vidro da maquina de um amigo kkkk (pessimo).

    Te agradeco.

    Danilo

    Curtir

     
    • Apreciar café

      20 de julho de 2011 at 21:49

      Danilo, acho muito difícil. Que eu saiba, não há como comprar só o recipiente de vidro. Poderia pensar em uma usada, em bom estado, no mercadolivre, mas para achar o mesmo modelo, e tudo, seria bem difícil. Essas coisas acontecem mesmo. O vidro costuma ser bem fino, também. Desculpe não poder ajudar! Abs e seja sempre bem-vindo!

      Curtir

       
  7. Burger

    5 de julho de 2011 at 4:24

    Interessante, nunca tinha visto. Será que dá pra tomar café preparado nela em alguma cafeteria de São Paulo?

    Curtir

     
    • Apreciar café

      5 de julho de 2011 at 20:16

      Dá sim! No Octávio Café, por exemplo!
      O gosto fica bem diferente!

      Curtir

       
      • Apreciar café

        19 de julho de 2011 at 19:23

        Olá, Danilo!
        Acredito que não seja possível. Alguns modelos têm o vidro muito fino mesmo. É bem fácil quebrar.
        Quem sabe pela internet, no mercadolivre, por exemplo, compra um exemplar usado, por um preço melhor, e aproveita o recipiente de vidro. Abraços

        Curtir

         

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

 
Brasilagro

Brasil Agribusiness News - Brasil Agronegócios

Hearts and Minds

O que não muda é que tudo muda.

Tom Fernandes

"‎Quando eu era menino, todos me chamavam de mentiroso. Agora eu sou adulto, e me chamam de escritor." Isaac Bashevis Singer

Kelly Cristina

A única fonte de felicidade está dentro de nós mesmos, e deve ser repartida. Repartir as alegrias é como espalhar perfume sobre os outros: sempre algumas gotas acabam caindo sobre nós mesmos. Sou apaixonada pela minha familia e pelo meu trabalho, sei que a cada dia eu tenho a oportunidade de aprender um pouco mais.

Juliana Lima

Tudo para quem não vive sem um bom café! A gastronomia do café. O preparo do café - coador, prensa francesa, café espresso, café expresso, máquinas de café, café em grãos, xícaras, chávenas, colombian coffee, brazilian coffee

Seu Dinheiro na Internet

Ganhe Dinheiro na Internet sem vender sua alma.

O Mochileiro

Mochila, cultura e experiência.

IMPRESSIONARE (21)99584-4658 (21)3627-5431

Orçamentos: contato.impressionare@gmail.com

Paulo Junior's Blog

"As dificuldades devem ser usadas para crescer, não para desencorajar. O espírito humano cresce mais forte no conflito.” (William Ellery Channing)

CB - CARLOS BESSA ASSESSORIA E VENDAS

vendas; setor moveleiro; mobiliário; treinamento; gestão de vendas; representação

jsazevedoja

Este site WordPress.com é supimpa

Nádia Jung

Porque às vezes as palavras têm de dar lugar ao silêncio, porque às vezes só um gesto inconsciente pode provocar a captura do inexplicável, porque o olho sabe antes que a mente, porque a fotografia é necessária na minha vida ...

Café Etrusca

Café, café de especialidad, café gourmet, insumos para cafetería, maquinaria para cafeterías, mobiliario para cafeterías, barista champ

Desenvolvendo ABAP/4

Just another WordPress.com weblog

tmenegatti

Thiago Menegatti

Dedo-no-zoio

Por que o mundo é dos espertos!

%d blogueiros gostam disto: