RSS

Arquivo mensal: março 2011

Café e Bistrô Paraná – simplicidade que vale ouro

Uma das cafeterias mais interessantes de todas que frequento em São Paulo tem no café, o símbolo de sua excelência.
Um ambiente agradável, com preços justos e atendimento profissional. Eis o que se encontra no Café e Bistrô Paraná, na Bela Vista, vizinho ao hospital Sírio Libanês.
O café é tirado por atendentes bem preparados, que conseguem extrair o melhor dos grãos Café do Centro. E a maneira de servir é um capítulo à parte, que faz toda diferença: uma pequena bandeja artesanal com um painel de grãos de café, traz água com gás gelada, açúcar e um biscoitinho, perfeito para o arremate da bebida.
Mas o lugar não tem apenas o café como atração: almoço e jantar trazem um cardápio à base de comida caseira, com ingredientes dos mais conhecidos e apreciados na culinária brasileira. As combinações são muitas e variam diariamente. Enjoar da comida do Paraná é quase impossível. O tempero é dos melhores que já vi e faz a simplicidade valer ouro, como no caso do café.

Entretanto, a excelente qualidade da comida e do café trazem um problema para os frequentadores mais assíduos: as filas de espera na hora do almoço. Mas nada que os proprietários não procurem contornar com prestatividade e organização. Vale a pena esperar, uma vez que não se esteja com o horário contado. Um couvert de torradas temperadas e uma ótima mini salada, agradam àqueles que esperaram por uma mesa. E sem custos extras!
O único ponto negativo do ambiente é a má acústica. A forma retangular do terreno e sua profundidade contribuem para haver bastante eco das vozes dos clientes. Mas nada que não seja rapidademente relevado pelos agrados ao paladar.
Para um café, para almoço ou jantar, o Café e Bistrô Paraná é uma das opções de melhor custo benefício que conheço em São Paulo. Para arrematar, os proprietários, paranaenses da gema, extremamente profissionais, costumam estar presentes, cuidando para que tudo saia sempre no capricho.
E para os mais exigentes em relação ao café, a bebida pode ser pedida da forma que mais agradar, pois quem tira o café saberá prepará-la a contento.
Uma dica para quem for de carro: o estacionamento do prédio em frente ao Paraná é conveniado, e o preço é bem acessível. Deixar o carro na rua é bem arriscado, já que guinchamentos são frequentes.

Café Bistrô Paraná: http://cafebistroparana.com/ (endereço, fotos, cardápio, telefone, horários)

 
1 comentário

Publicado por em 23 de março de 2011 em Cafeterias

 

Tags: , , , , ,

Cafeteria Trevíolo: nova chance

Teimoso, voltei à Cafeteria Trevíolo, na avenida Sumaré. Fui pensando em tomar apenas um espresso, sem me importar sobre como seria atendido. Para minha surpresa, fui bem atendido dessa vez. Havia mais empregados e mais público.
Fomos bem recebidos logo na entrada. Os pedidos vieram prontamente, com boa vontade!
Entretanto, o espresso um pouco agüado, com a xícara cheia até a boca, creme branco e ralo. Pedi que trocassem meu café, explicando o motivo e descrevendo como seria bom que ficasse. Fui atendido prontamento, mas recebi outro café idêntico, com a seguinte explicação: a máquina possui regulagem fixa e não podemos fazer café de outra maneira.
Apesar do atendimento gentil, ficou comprovada minha hipótese de que essa cafeteria é abandonada pelos proprietários.
O atendimento inconstante (ora somos bem recebidos e servidos, ora somos ignorados, como se estívéssemos incomodando), a rigidez no preparo do café, que por sinal é errado, são demonstrações de falta de treinamento e de conhecimento técnico (as máquinas possuem regulagem errada e não é ensinado aos funcionários como mudar isso, nem porquê ou quando fazê-lo). Não há por ali nenhum barista.
E a cafeteria é única em São Paulo, por seu projeto e beleza. Faço um apelo aos seus gestores: acordem! Estão perdendo dinheiro!!
Por ora, sugiro aos apreciadores que dêem uma passada por lá, mas apenas para tomar o café pós-almoço. Há também sobremesas interessantes. Café da manhã lá não aconselho. O cardápio é ótimo, mas o atendimento é bastante moroso, mesmo abrindo apenas às dez.

 
2 Comentários

Publicado por em 13 de março de 2011 em Cafeterias

 

Tags: , ,

A cafeteria abandonada

Hoje, escrevo disposto a contrariar a mim mesmo: escrevi aqui nesse blog sobre a cafeteria Trevíolo. Falei do ambiente agradável e do café bastante razoável. Elogiei o serviço. Disso, agora me arrependo.
Voltando ao Trevíolo mais duas vezes, pude constatar que se trata, aparentemente, de uma cafeteria abandonada a sua própria sorte. Um investimento obviamente alto desperdiçando seu potencial.
Comecei a estranhar a excessiva demora para servir produtos semi-prontos (perto de 25 minutos). Logo, reparei no clima entre os empregados da loja, a vontade (ou ausência de) com que pareciam trabalhar. Uma breve análise levaria ao diagnóstico: desorganização e desmotivação completa.
Não contente, voltei lá, mesmo já esperando não ser vem atendido, sobretudo, por estar indo na hora da abertura: dez da manhã de sábado. Isso mesmo. Abrem às dez da manhã, quase hora de almoço, para muitos. Apostei na chance de ter pego um dia atípico na vez anterior. Mas as expectativas mais pessimistas se confirmaram. Empregados conversando entre só entre si, um esperando que o outro trabalhasse. Meia hora para servir um café e alguns pãezinhos.
Um cardápio excelente, à altura do ambiente. Uma localização privilegiada, em plena avenida Sumaré. Preços justos. E tudo isso, jogado àgua abaixo.
Que graça tem tomar um café servido com tamanha má-vontade? Que graça tem ser atendido dessa maneira em qualquer ocasião?
Café é sabor e clima. O clima já era, com um contexto desses! Mesmo se o café estiver bom, já era a graça de tomá-lo.
Devo acrescentar, que não culpo os empregados da cafeteria. Eles devem trabalhar em más condições, sem treinamento adequado e abandonados para cuidar de um negócios com que não possuem vínculo de qualquer espécie. Se não for essa a realidade, é a imagem que passa a cafeteria. A culpa é toda dos proprietários, que, no mínimo, estão ausentes.
Quem quiser, pode fazer a prova. Os cafés são bastante razoáveis. Mas que vá com muito tempo e auto-motivado!

 
3 Comentários

Publicado por em 11 de março de 2011 em Cafeterias

 
 
Brasilagro

Brasil Agribusiness News - Brasil Agronegócios

Hearts and Minds

O que não muda é que tudo muda.

Tom Fernandes

"‎Quando eu era menino, todos me chamavam de mentiroso. Agora eu sou adulto, e me chamam de escritor." Isaac Bashevis Singer

Kelly Cristina

A única fonte de felicidade está dentro de nós mesmos, e deve ser repartida. Repartir as alegrias é como espalhar perfume sobre os outros: sempre algumas gotas acabam caindo sobre nós mesmos. Sou apaixonada pela minha familia e pelo meu trabalho, sei que a cada dia eu tenho a oportunidade de aprender um pouco mais.

Seu Dinheiro na Internet

Ganhe Dinheiro na Internet sem vender sua alma.

O Mochileiro

Mochila, cultura e experiência.

IMPRESSIONARE (21)99584-4658 (21)3627-5431

Orçamentos: contato.impressionare@gmail.com

Paulo Junior's Blog

"As dificuldades devem ser usadas para crescer, não para desencorajar. O espírito humano cresce mais forte no conflito.” (William Ellery Channing)

CB - CARLOS BESSA ASSESSORIA E VENDAS

vendas; setor moveleiro; mobiliário; treinamento; gestão de vendas; representação

jsazevedoja

Este site WordPress.com é supimpa

Uma dose

Só para garantir.

Nádia Jung

Porque às vezes as palavras têm de dar lugar ao silêncio, porque às vezes só um gesto inconsciente pode provocar a captura do inexplicável, porque o olho sabe antes que a mente, porque a fotografia é necessária na minha vida ...

Café Etrusca

Café, café de especialidad, café gourmet, insumos para cafetería, maquinaria para cafeterías, mobiliario para cafeterías, barista champ

Desenvolvendo ABAP/4

Just another WordPress.com weblog

tmenegatti

Thiago Menegatti

Dedo-no-zoio

Por que o mundo é dos espertos!

%d blogueiros gostam disto: